Prato Principal

O boom do Delivery

Por - Joenio Dessaune.

3690350.jpg

O significado de serviço de delivery é realizar a entrega da mercadoria comprada pelo cliente através de apps, whatsapp, sites ou telefone diretamente em suas casas. Esse tipo de serviço sempre foi muito bem explorando por restaurantes e lanchonetes, sendo essa modalidade de venda responsável por cerca de 40% do faturamento de um restaurante. Isso acontece devido a vida agitada. Muitas pessoas têm aderido aos apps de delivery de comida para encomendar seus pedidos em casa ou no escritório.

Delivery - No meio ao caos a solução na porta de casa.

Dessa maneira não é necessário se locomover até o restaurante ou ter trabalho para cozinhar, e podem despender desse tempo para realizar outras tarefas.

O Boom

Desde o início da pandemia do Covid-19 (Corona Vírus) e com o aumento dos casos do no Brasil, em que os especialistas recomendaram isolamento social para o máximo de pessoas possível o que exigiu-se o sistema e quarentena atrapalhando assim a economia, um setor em particular tem sido ainda mais alavancado pela quarentena voluntária destas e das próximas semanas: os aplicativos de delivery. Até restaurantes tradicionais como por exemplo, o Sal Gastronomia do chef Henrique Fogaça ou o Sud – Pássaro Verde da Chef Roberta Sudbrack passaram aderir ao sistema de delivery,o que ajudou a manter seus restaurantes abertos e ativos.

De acordo com as diretrizes da autoridade sanitária europeia European Food Safety Authority (EFSA), atualmente não há “nenhuma evidência de que alimentos podem ser fontes ou rotas de transmissão do vírus”. “Experiências com surtos anteriores de outros coronavírus, como o coronavírus da síndrome respiratória aguda grave e coronavírus da síndrome respiratória do Oriente Médio, mostram que a transmissão pelo consumo de alimentos não acontece. No momento, não há evidências que sugiram que o novo coronavírus seja diferente”, disse a cientista-chefe da EFSA, Marga Hugas ao site HuffPost.

Com essa segurança dos órgãos de saúde aliado as boas práticas comumente utilizadas em restaurantes fizeram o delivery de alimentos disparar no Brasil.

 

 O setor de bares e restaurantes sempre esteve bem preparado para lidar com questões de bactérias e vírus. Isso é uma coisa comum do nosso dia a dia, que chamamos de boas práticas de manipulação de alimentos”, disse ao site Agência Brasil o presidente da Abrasel, Paulo Solmuccci.

 

Para atender esse aumento de demanda, além de adotar medidas complementares, como a disponibilização do álcool em gel aos clientes que comem no salão, os restaurantes reforçaram a higienização de utensílios e apetrechos de serviço antes e após cada uso. As equipes das cozinhas, assim como a do salão e demais colaboradores receberam novas orientações de conduta, como a higienização constante das mãos e dos objetos em comum, como máquinas de cartão, porta-contas e cuidados com a manipulação de dinheiro.

Anúncio E-book_site.jpg