Sobre a Mesa

Rabanada tradição da Noite Feliz

963889200000-Rabanada.jpg
Rabanada: tradição de séculos nos menus natalinos. Foto: Internet.

Fim de ano chegou e os preparativos para ceia já começaram. E uma boa ceia não pode faltar a famosa rabanada. Mas você sabe de onde vem e quem inventou essa sobremesa tão tradicional na mesa dos brasileiros?

Conhecida também como fatia dourada ou fatia de parida, a rabanada é um doce natalino histórico, tamanha tradição de anos que possui no natal das famílias. Trata-se de fatias grossas de pão, mergulhadas no leite, passadas em ovos batidos, fritas em óleo, e para finalizar polvilhadas com açúcar e canela. Depois de tantos anos de existência da receita, já é possível encontrar versões diferentes, como, o acréscimo de vinho do Porto, frutas vermelhas e o acompanhamento do creme inglês. A rabanada aparece documentada no século XV, citado por Juan del Encina: mel e muitos ovos para fazer rabanadas, ao aparecer como prato indicado para a recuperação pós-partos e para ajudar na amamentação, daí o nome “fatia de parida”. Segundo Luís da Câmara Cascudo, em seu livro “Dicionário do Folclore Brasileiro”, o nascimento deste prato é associado a Portugal, e os portugueses teriam trazido a tradição para o Brasil, que na época ainda era colônia. No entanto, é possível provar a iguaria em diversos países, como nos Estados Unidos (French Toast), na Inglaterra (Eggy Bread), e na França (Pain Perdu).

Anuncios_Joenio_08.jpg
Rabanada: tradição de séculos nos menus natalinos. Foto: Internet.

Para uma boa rabanada existem múltiplas variações a se considerar, começando pelo pão, que pode ser usado o pão dormido (Francês, de Sal ou outro nome pelo Brasil), pão de forma ou o pão baguete (aquele comprido). Algumas receitas substituem o leite por vinho, molham as rabanadas só com mel quente. Com frequência acompanha-se de canela em pau e cravo da Índia. Outras variantes empregam casca de limão ou de laranja ralada para aromatizar o leite, e para o toque final, uma calda que pode ser de vinho, doce de leite, frutas vermelhas ou apenas um  pouco de açúcar de canela em pó.

Ingredientes:

  • 01 caixinha de leite condensado

  • A mesma medida de leite integral

  • Essência de baunilha a gosto

  • 20 fatias de pão baguete amanhecidas (pode ser outro pão)

  • 03 ovos             

  • Óleo para fritar

  • Açúcar e canela em pó a gosto para polvilhar

Modo de Preparo:

 

Em um recipiente, misture bem o Leite condensado com 1 xícara (chá) de leite e a essência de baunilha. Mergulhe cada fatia de pão nessa mistura, deixe embeber e escorra o excesso com um garfo. Em seguida, passe as fatias nos ovos batidos. Escorra e frite-as no óleo não muito quente, deixando-as dourar por igual. Escorra em papel absorvente, polvilhe açúcar e canela e sirva.

 

*Se quiser pode fazer uma calda de frutas vermelhas, de vinho, doce de leite bem pastoso, mel... Enfim, as variações são enormes.