Adega

Qual taça usar?

Conjunto de mesa
Taças de vinho em uma mesa posta

Quem está iniciando no mundo dos vinhos, é provável que já tenha se deparado com uma prateleira com diversas taças. Para o iniciante, comprar uma taça pode ser tão complicado quanto escolher um bom vinho. É tanta e de tantos formatos que é natural ficar perdido na hora de escolher qual usar. A escolha para um vinho específico não é apenas uma questão de etiqueta ou convenção, se feita de maneira correta, ela irá realçar as principais características da bebida como cor, aroma e sabor aguçando ainda mais os sentidos dos apreciadores.

 

Os vinhos possuem características únicas de acordo com cada casta de uva com que são produzidos, os mais rigorosos afirmam ser necessário ter uma taça para cada tipo. Existem marcas de fabricantes de taças possui cerca de 400 tipos e tamanhos diferentes, uma para cada espécie de uva e/ou região do mundo.

Anuncios_Joenio_08.jpg
Anuncios_Joenio_04.jpg

Claro que você não precisa ter todas em casa. Você pode ter uma menor variedade sem perder o prazer de saborear um bom vinho. E por isso a regra para iniciantes é simplificar. Aqueles modelos que não podem faltar em sua casa, são os adequados para os vinhos que mais se saboreia, e a primeira que indicamos ter é uma taça "coringa" que é a ISO (sigla de International Standards Organization). Essa é uma taça desenvolvida para degustações técnicas e que serve para qualquer vinho.

 

Partindo daí, é interessante que você tenha quatro modelos básicos: uma taça para brancos, uma para cada um dos diferentes tipos de tintos (Bordeaux e Borgonha) e uma para espumantes. Se quiser, pode ainda ir além, com uma para rosados e uma para doces, mas de a de vinho branco serve para esses tipos.

 

Confira agora as taças ideais para cada tipo de vinho:

 

Taça ISO - A taça “coringa” que se adapta para qualquer tipo de vinho. Ela é bastante utilizada em eventos de degustação e restaurantes. Possui um tamanho menor em relação às tradicionais taças de vinho, contudo, tem um bojo maior e a boca mais fechada.

 

Taça Bordeaux - O seu design de bojo é maior e a boca é mais fechada. Essa taça foi elaborada para apreciadores de vinhos encorpados e com forte presença de tanino. É indicada para Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Syrah, Tannat, entre outras uvas.

 

Taça Borgonha - Com o bojo maior que as taças Bordeaux. Esse tipo de taça é ideal para vinhos que possuem aromas imperdíveis. É ideal para que sejam apreciados vinhos das uvas Pinot Noir, Rioja tradicional, Barbera Barricato, Amarone, Nebbiolo etc.

 

Taça de vinho branco - Foi elaborada para o consumo rápido e fácil do vinho. Possui um bojo menor e é mais baixa, fazendo com que o volume preenchido da taça seja reduzido e não favoreça o aumento da temperatura, uma vez que esses vinhos precisam ser consumidos gelados.

 

Taça de vinho rosé - Os rosés são uma deliciosa mistura de taninos encontrados nos vinhos tintos e aromas presentes nos brancos. Por isso, é interessante usar taças pequenas, mas que tenham um bojo grande, para valorizar suas características.

 

Taça de espumantes - Essa taça também é conhecida como Flute (flauta), devido ao seu formado alongado e fino. O seu design é ideal para formar as bolhas da bebida espumante, colaborando com seu aroma e sabor. Como seu volume é pequeno, essa taça não prejudica a temperatura da bebida. As taças baixas e largas tinha seu uso muito comum em outras épocas, porém elas dificultam a formação de espuma e, assim, faz com que os aromas se dispersem no ar e sua altura pequena não permite o desprendimento das borbulhas. Evite-as.

 

Taças de vinhos doces - Com bojo e tamanho pequenos, são ideais para o consumo de vinhos doces, que não devem ser ingeridos em maiores quantidades.

Anuncios_Joenio_09.jpg