Sobre a Mesa

Tarte Tatin: Do erro ao sucesso

images.jpg
Tarte Tatin: um erro que virou um clássico

A torta é uma sobremesa com uma combinação perfeita de maças, açucar e manteiga e uma massa de “pâte sucrée” (massa de torta doce), uma sobremesa cheia de texturas sabores e é digna dos melhores restaurantes da França, e se tornou um símbolo nacional.

 

Esse clássico da gastronomia na França surgiu de um erro culinário na comuna francesa de Lamotte – Beuvron, localizada no Vale do Loire em 1889. Nos conta a história que as irmãs Stephanie e Caroline Tatin (lê-se “Tatan”) assumiram o HOTEL TATIN, negócio da família durante anos, após a morte de seu pai. O local já era famoso na região, devido à sua perfeita torta de maçã que se caracterizava por uma cobertura composta por maçãs caramelizadas. Em um belo dia de muito movimento no hotel, Stephanie, uma das irmãs e responsável pela cozinha do hotel, colocou as maçãs no forno mas se esqueceu de por a massa no fundo da forma. Quando percebeu o erro e viu que as maças já estavam caramelizadas tentou recuperar o prato cobrindo as maçãs com a massa e virar a torta depois... E, quando tirou do forno e virou a torta, gostou do resultado e serviu a torta ainda quente e foi um sucesso imediato por toda região. Que rapidamente se espalhou pelo país e os melhores restaurantes do mundo.

Ninguém acredita realmente nesta história, pois as tortas invertidas, como são chamadas na França, já existiam muito antes do século 19. De qualquer forma, esta receita foi levada à Paris pelo famoso restaurante Maxim’s, onde aparecia no cardápio como a “torta das damas Tatin”, dando continuidade e reputação à lenda das irmãs. A cidade de Lamotte-Beuvron leva tão a sério este assunto que é a sede de uma confraria que defende a tradição, divulga a receita e promove o consumo entre os amantes desta iguaria: La Confrerie des Lichonneux de Tarte Tatin.

E nossa receita da tradicional Tarte Tatin (torta invertida):

 

Massa Pate Sucrée

200 g de farinha

125 g de açúcar

01 pitada de sal

80 g de manteiga

01 gema de ovo

02 colheres (sopa) de água

 

Cobertura

60 g de manteiga

80 g de açúcar

01 colher (sopa) de açúcar

01 kg de maçã sem casca, sem semente e cortada em fatias finas

 

Modo de preparo 

 

Massa

Peneire a farinha com o açúcar e o sal numa tigela. Faça um buraco no meio, coloque a manteiga e amasse com as mãos até formar uma farofa grossa. Adicione a gema, a água e misture até formar uma massa (coloque mais água se precisar). Assim que você conseguir formar uma bola, pare de amassar, enrole em filme plástico e deixe na geladeira por 30 minutos.

 

Cobertura

Derreta a manteiga em uma forma redonda em fogo médio. Assim que derreter, junte 80 g de açúcar e misture bem. Arrume as maçãs na forma com lado arredondado para baixo, deixando o mais apertado possível. Polvilhe com 1 colher (sopa) de açúcar e deixe caramelizar em fogo médio por 12 minutos. Retire a forma do fogo. Caso as maçãs tenham encolhido ou haja espaços grandes entre elas, traga os pedaços para o centro da forma e tente minimizar o espaço entre eles. Reserve.

 

Montagem

Pre-aqueça o forno em temperatura alta (200ºC).

Abra a massa numa bancada enfarinhada com um rolo até formar um círculo com o diâmetro um pouco maior que o da forma. Coloque a massa sobre as maçãs, dobrando as bordas para dentro da forma. Leve ao forno e asse por 30 minutos. Retire do forno, deixe esfriar por 10 minutos e então inverta a torta sobre um prato. Sirva ainda morna.

Anuncios_Joenio_09.jpg